Categorias
Notícias

Encontro Nacional da Micro e Pequena Empresa terá Carlos Da Costa, Carlos Melles e Valdemar Bernardo Jorge na abertura, dia 19

O secretário de Estado do Planejamento e Projetos Estruturantes, Valdemar Bernardo Jorge, representará o governo do Paraná na abertura do XIX Enampe, nessa quinta-feira, dia 19 de agosto, às 19 horas, em Curitiba. A abertura contará ainda com o presidente da Conampe, Ercílio Santinoni, que receberá Carlos Da Costa, secretário especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia; Carlos Melles, presidente do Sebrae Nacional; Fernando Moraes, presidente da FACIAP e do Conselho Deliberativo do Sebrae-PR, e Vitor Roberto Tioqueta, diretor Superintendente do SEBRAE/PR.

O tema geral do Enampe é “Pequenos Negócios e um novo olhar para as oportunidades”. Será aberto na noite de quinta-feira, dia 19, e prosseguirá durante a sexta-feira, a partir da 9 horas. Toda a programação será transmitida pela Internet, no canal Conampe do YouTube. Para ter acesso às salas online do Enampe as inscrições são gratuitas e podem ser feitas no site conampe.org.br/eventos. Contatos com a Conampe podem ser feitos pelo e-mail imprensa@conampe.org.br, com o jornalista Diniz Neto.

Valdemar Bernardo Jorge coordena a secretaria de Planejamento, na equipe do governo do Paraná, onde vem atuando para concretizar projetos fundamentais para o Estado, dentre eles, o Plano de Retomada Econômica 2021/2022, o Programa Paraná Produtivo e o Plano Estadual de Desenvolvimento a longo prazo.

Ele é advogado, mestre em Direito Econômico e Social pela PUC-PR, tem pós-graduação em Direito Empresarial e Direito Tributário pela mesma instituição. Além da formação em Direito, tem curso superior em Informática pela Universidade Federal do Paraná e possui experiência com docência. Ele trabalhou como professor na Escola Superior da Magistratura Federal do Paraná, na Faculdade da Indústria IEL e na UniCuritiba. Preside o Partido Republicanos, no Paraná.

Também participará da abertura do XIX Enampe o secretário Especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, economista Carlos Da Costa. Ele tem afirmado que as MPEs podem gerar crescimento de mais de 4% até 2030. Estudos demonstram que a produtividade das micro e pequenas empresas é o equivalente a 22% dias grandes companhias do país. Esta será uma das informações que serão apresentadas pelo economista, responsável pelas políticas públicas de apoio aos pequenos negócios no Ministério da Economia.

Carlos Da Costa é economista pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro, com mestrado e Ph.D (ABD) em Economia pela University of California. Foi diretor de Planejamento, Crédito e Tecnologia do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES); presidente do Instituto de Performance e Liderança; executivo residente no JP Morgan e sócio-diretor do Ibmec Educacional. É fluente em inglês, francês, espanhol e italiano. Foi professor de Economia e Finanças no Ibmec, na UERJ e no Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais.

Estarão na abertura do Enampe o presidente da Conampe, Ercílio Santinoni, que receberá Valdemar Bernardo Jorge, Carlos Da Costa e também Carlos Melles, presidente do Sebrae Nacional; Fernando Moraes, presidente da FACIAP e do Conselho Deliberativo do Sebrae-PR; Vitor Roberto Tioqueta, diretor Superintendente do SEBRAE/PR.

A programação final do evento está publicada no site conampe.org.br/eventos.

Contatos com a Fampepar/Conampe:
Diniz Neto – Jornalista
WhatsApp (44) 99122 8715

Categorias
Notícias

Crédito e Refis serão fundamentais, no começo de 2021

No ano passado a Conampe defendeu, durante todo o ano, a necessidade de ampliação do crédito para os pequenos negócios e, principalmente, a chegada efetiva desses recursos às empresas. Sem dúvida, ocorreram avanços, mas ainda é necessário continuar ampliando tanto o volume de crédito quanto as condições mais favoráveis para atendimento às demandas pontuais e características das microempresas, dos MEIs e das pequenas empresas. Projetando 2021, o presidente da Conampe, Ercílio Santinoni, está ao lado do presidente do Sebrae, Carlos Melles, para quem a disponibilidade de crédito, aliada a políticas de aumento da produtividade, será a chave para a recuperação de micro e pequenas empresas neste ano.

A Conampe também considera prioridade a criação de um novo programa de parcelamento tributário (Refis) para as micro e pequenas empresas; a prorrogação, por mais três meses, do programa que permitiu a suspensão de contrato e redução de jornada de trabalhadores; e o lançamento de novos editais para adesão de empresas do Simples Nacional à transação tributária.

A confederação também espera para muito breve o anúncio pelo Ministério da Economia do Sistema Nacional de Garantias.

O presidente da Conampe, Ercílio Santinoni, é otimista. Revela que no ano passado as equipes do Ministério da Economia estiveram muito atentas aos pequenos negócios e que os estudos de políticas públicas de apoio aos pequenos são muitos e estão adiantados. Exemplo é o Sistema Nacional de Garantias, que poderá incluir e beneficiar milhares de microempresas, em todo o país.