Categorias
Notícias

Como as micro e pequenas empresas podem lidar com as dificuldades da pandemia?

As associações estão sendo uma excelente aposta!
Como construir uma associação de micro e pequenas empresas com o apoio dos associados e reconhecimento da sociedade?

Nesta quinta-feira, dia 14/04, às 19 horas, um webinar muito importante.

O que você vai aprender nesse evento?
O início da associação
As dificuldades enfrentadas
Engajando os empresários
Ganhando reconhecimento público
Entregando valor para os associados
A importância dos Núcleos de Empresas
A sucessão

Inscrições gratuitas.

Com:

Alcides Andrade
Consultor de associações empresariais. Foi presidente da Fampesc – Federação das Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina (2017/2020).

Luís Henrique Magalhães Dal Molin
Consultor empresarial. Mestre em Administração. For presidente da
Ampe Tubarão.

Inscreva-se agora mesmo.

Categorias
Notícias

Fampepar e Conampe participaram da reunião com o presidente Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro recebeu na terça-feira (13), à tarde, uma comitiva de lideranças empresariais do Brasil, incluindo o Sebrae e a Conampe. Na audiência, agendada pela Frente Parlamentar Mistas das Micro e Pequenas Empresas, presidida pelo senador Jorginho Mello (PL/SC), o presidente, tendo ao lado o ministro da Economia, Paulo Guedes, assumiu o compromisso de dar prioridade no governo à pauta de apoio e atendimento às micro e pequenas empresas.

O presidente da Conampe e da Fampepar, Ercílio Santinoni, teve a oportunidade de falar ao presidente Bolsonaro e ao ministro Paulo Guedes, enfatizando a necessidade do retorno do PEAC Maquininhas, uma linha de crédito muito inclusiva, ao lado de recursos do Pronampe. Santinoni falou sobre o momento difícil dos pequenos negócios, que necessitamos de apoio urgente e emergencial, com crédito e outras medidas que permitam a sua sobrevivência em cenário tão adverso, provocado pelo agravamento da pandemia no começo do ano, em todos os estados brasileiros.

Bolsonaro pediu ao ministro Paulo Guedes prioridade para a pauta apresentada, em todas as áreas do ministério e do governo, incluindo a articulação para as aprovações necessárias no Congresso Nacional. Também participaram da reunião os ministros Onyx Lorenzoni, da Secretaria Geral da Presidência e Flávia Arruda, da Articulação da Secretaria de Governo, além do senador Welington Fagundes (PL-MT).

O governo federal vai avaliar a anulação de tributos sobre micro e pequenas empresas. Os empresários querem cinco ou seis meses de perdão. O Sebrae e a Conampe atuarão com outras entidades ao lado da Frente Parlamentar Mista da Micro e Pequena Empresa para sugerir medidas e setores mais atingidos.

O senador Jorginho Mello defendeu medidas com o objetivo de ajudar setores mais afetados e as microempresas em geral, que precisam de políticas públicas emergenciais para superar as dificuldades deste momento.
A pauta conjunta, com várias sugestões apresentadas pela Conampe, entregue ao presidente, é a seguinte: Pronampe (mais recursos, pelo menos R$ 10 bilhões); retorno do PEAC Maquininhas; programa de suspensão dos contratos de trabalho com pagamento parcial pela União; agilização da aprovação do PLP 147/2019 – MEI Caminhoneiro e inclusão do Sebrae, Conampe e Comicro no Comitê Gestor do Simples Nacional (CGSN) -; agilização da tramitação do PLP 33/2020, projeto que permite o reempreendedorismo (basicamente é a lei de falência das micro e pequenas empresas).

Os valores de crédito dependem de ajustes no orçamento, em andamento no Congresso Nacional. O presidente assumiu o compromisso de articular com deputados e senadores um destravamento de todas as pautas de interesse imediato das micro e pequenas empresas.

O presidente do Sebrae, Carlos Melles, avaliou a reunião como muito positiva e clara para debater o que as pequenas empresas estão precisando. Apresentou diversas dados sobre como anda o setor. Ele ainda elogiou o trabalho do Executivo no 1º ano da pandemia e pediu a renovação de algumas iniciativas em 2021.

Para o presidente da Conampe, Ercílio Santinoni, a reunião foi muito importante e a posição do presidente Bolsonaro e seus ministros foi firme ao lado dos pequenos negócios, reconhecendo a sua importância para a economia e o equilíbrio social do Brasil.

Categorias
Notícias

Governo do Paraná dará auxílio emergencial para MEIs, pequenas e microempresas

As pequenas e microempresas paranaenses dos segmentos mais afetados pela pandemia receberão um auxílio emergencial do Governo do Estado. O anúncio foi feito na manhã desta terça-feira (6) pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior em um encontro com deputados estaduais, chefes de outros Poderes e representantes do setor produtivo. As iniciativas tramitarão na Assembleia Legislativa.

No total, 86,7 mil empresas terão direito a um o socorro de R$ 59,6 milhões, com recursos provenientes do Fundo Estadual de Combate à Pobreza do Paraná (Fecoop). Pequenas empresas cadastradas no Simples Nacional em quatro segmentos receberão R$ 1.000. Já os microempreendedores individuais (MEIs) de seis setores terão direito a R$ 500. 

Serão quatro parcelas de R$ 250 para pequenas e microempresas paranaenses optantes do Simples Nacional com Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) de Transporte de Passageiros (como vans escolares e ônibus de turismo), de Confecções de Vestuário e Calçados (lojas de roupas, calçados e outros itens de vestuário), de Bares, Lanchonetes e Restaurantes e similares, e Aluguel de Equipamentos Recreativos e Esportivos.

Para receber o auxílio, é preciso ter inscrição estadual ativa e comprovar faturamento ou declaração no PGDAS-D no valor de até R$ 360 mil durante o ano de 2020.  Em todo o Paraná, 32.697 empresas podem se enquadram nesses requisitos necessários e solicitar o auxílio, segundo estimativas da Secretaria de Estado da Fazenda. O investimento será de R$ 32,6 milhões.

Já os MEIs dos segmentos de Bares, Lanchonetes e Restaurantes, Produtores de Eventos, Agentes de Viagem e Operadores Turísticos, Atividades de Sonorização e Iluminação, Casas de Eventos, Empresas de Filmagens de Eventos e Produtores de Teatro receberão duas parcelas de R$ 250. Em todo o Estado, 54 mil microempreendedores podem fazer parte deste recorte. O investimento será de R$ 27 milhões.

CRÉDITO – O projeto de lei também prorroga por 120 dias a validade das Certidões Negativas de Débitos Tributários e de Dívida Ativa Estadual e das Certidões Positivas com Efeitos de Negativa de Regularidade de Débitos Tributários e de Dívida Ativa Estadual, bem como a consulta ao Cadastro Informativo Estadual (Cadin), para fins de operações de crédito realizadas com instituições financeiras públicas no âmbito do Estado do Paraná.

Como medida auxiliar no crédito, cerca de 40 mil empresários que têm financiamentos ativos na Fomento Paraná terão as parcelas congeladas por seis meses.

ICMS – Também será publicado um decreto que prorroga o prazo de pagamento da parcela estadual do ICMS devido por estabelecimentos optantes do Simples Nacional. A medida, elaborada pela Secretaria da Fazenda e Receita Estadual, pode beneficiar até 226 mil pequenas empresas ativas no Paraná. 

O texto estipula que os pagamentos referentes aos meses de março, abril e maio de 2021 terão vencimento em 30 de junho, 30 de julho e 31 de agosto, respectivamente. Assim, portanto, os pequenos empresários ganham três meses de folga nas contas. 

Outro decreto proporciona às empresas paranaenses o parcelamento do ICMS devido a título de substituição tributária (GIA-ST), em até seis parcelas mensais, no caso de fatos geradores ocorridos até abril de 2021. A medida vale para empresas inscritas ou não em dívida ativa, e o benefício pode ser requerido até o dia 30 de junho.

COOPERA – Outra medida anunciada nesta terça-feira foi um novo edital de R$ 31,5 milhões para o Coopera Paraná. O Programa de Apoio ao Cooperativismo da Agricultura Familiar do Paraná (Coopera Paraná) é uma ação governamental com o objetivo de fortalecer as organizações cooperativas como instrumentos para melhorar a competitividade e a renda dos agricultores familiares.

Categorias
Notícias

Conselho Federal de Economia debate inovação, competitividade e apoio aos pequenos negócios

O Conselho Federal de Economia, por meio do Grupo de Trabalho Economista Empreendedor, inicia nesta terça-feira, 6 de abril, às 17 horas, uma série de lives para conhecer casos de inovação, competitividade e projetos de apoio às micro e pequenas empresas. Os eventos serão semanais, às terças-feiras a partir das 17 horas (de Brasília), com transmissão ao vivo pelo canal do Cofecon no Youtube.

Neste primeiro encontro, nesta terça-feira, o convidado será o economista Carlos Magno Andrioli Bittencourt, coordenador pedagógico da Confederação Nacional das Micro e Pequenas Empresas e Empreendedores Individuais (Conampe). Ele presidiu o Corecon-PR e é conselheiro federal suplente.

Para acompanhar a livre, acesse o link https://youtu.be/Kg8_R0Tzb-E .

Categorias
Notícias

Paraná anuncia medidas de apoio aos pequenos negócios

Cartão Futuro Emergial
Cartão Futuro Emergial

O secretário de Planejamento e Projetos Estruturantes do Estado do Paraná, Valdemar Bernardo Jorge, participou da 46ª reunião ordinária do Fórum Permanente das Microempresas e Empreas de Pequeno Porte do Paraná (Fopeme) e apresentou um relatório de estudos, programas e projetos que o Governo do Paraná está fazendo para apoiar de forma emergencial e estruturante os pequenos negócios do estado.

O governo pretende ampliar as medidas e atender setores da economia mais atingidos. Muitas demandas têm chegado ao governo, como prorrogação de prazos, parcelamento de tributos, dentre outras.

Na próxima semana, medidas devem ser anunciadas, procurando beneficiar estes setores. As reivindicações têm chegado ao governo através das entidade de representação dos segmentos produtivos.

A Fampepar participou da reunião, com o seu presidente, Ercílio Santinoni, e demais representes. Ele registrou o esforço do governo do Paraná para atenter as microempresas, MEIs e pequenas empresas neste momento de grave crise provocada pela necessidade de medidas sanitárias que reduzem a circulação de pessoas e fecham empresas de vários ramos de atividades.

Neste quadro, sugere a Fampepar, os governos precisam criar programas que possibilitem de fato a sobreviência dos pequenos negócios.

Cartão Futuro Emergencial

O secretário apresentou o Programa Cartão Futuro Emergencial (PCFE), com o objetivo de incentivar a inserção de jovens no mercado de trabalho.
Para receber o benefício, os empregadores devem se comprometer a manter os contratos vigentes com adolescentes ou o mesmo número de jovens aprendizes que a empresa tinha antes da crise do coronavírus.
O objetivo do Programa garante a manutenção de 15 mil vagas de emprego para jovens de 14 a 18 anos, no Estado do Paraná.

Mais Informações? Acesse a Lei

COMO FUNCIONA:
De acordo com a lei, o empregador que mantiver contrato ativo com aprendizes menores de 18 anos terão acesso a subvenção econômica no valor de R$ 300,00, por aprendiz, por um prazo de 90 dias a partir da solicitação. Aqueles que contratarem novos aprendizes, mesmo que em substituição dos que tiveram o contrato encerrado durante a pandemia, terão acesso ao valor de R$ 500,00.

Nos dois casos, os empregadores deverão manter os contratos com os aprendizes por, no mínimo, mais 60 dias após o pagamento da última parcela da subvenção. Eles também ficam responsáveis pelo pagamento das demais verbas salariais devidas, bem como pelos encargos trabalhistas e previdenciários.

Documentos Necessários para adesão Empresa:
Contrato Social
Contrato Social Última Alteração
Cartão do CNPJ
Certidões Fazenda Nacional
Certidões Estadual
Certidões Municipal
Certidões FGTS
RG do Sócio Administrador
CPF do Sócio Administrador
Comprovante conta Banco do Brasil

Documentos Necessários de cada Aprendiz a ser cadastrado pela Empresa:
RG do Aprendiz
Comprovante Matrícula Escolar
Autorização dos Pais para trabalho
Contrato de Trabalho
Termo de Adesão

PARA PARTICIPAR

JOVEM – Para participar do programa, o jovem deve pertencer a uma família com renda mensal per capita de até meio salário-mínimo; ter concluído o ensino médio ou estar matriculado e frequentando regularmente o ensino fundamental, médio ou cursos de educação de jovens e adultos. Também deve estar cadastrado nas unidades do Sistema Público de Emprego, Trabalho e Renda (Sine-PR) ou em uma das 216 Agências do Trabalhador do Paraná.

Jovem quer Participar? Agende seu atendimento – clique aqui

Todo o processo de manutenção dos contratos será feito por meio das Agências do Trabalhador de maneira digital, via site.

Categorias
Notícias

Evento para artesãos: Conheça ferramentas poderosas para vender o seu artesanato!

Nesta quinta-feira, dia 01/04, quinta-feira, às 19 horas, a Conampe e o Programa do Artesanato Brasileiro-PAB do Ministério da Economia realizarão um webinar sensacional e imperdível para os artesãos e artesãs. Três feras do marketing digital estarão fazendo um evento totalmente formatado para o artesanato nos meios digitais. A moderação será de João Neto e o convidado especial será Fábio Silva, Coordenador-Geral de Empreendedorismo e Artesanato na Subsecretaria de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas, Empreendedorismo e Artesanato do Ministério da Economia.

Conheça as mestras e faça a sua inscrição gratuita. Clique aqui:

João Neto é conhecido, um dos nomes mais respeitados no mercado verejista tradicional e digital, coordenador de vendas online do programa Associativismo 4.0 para Acesso a Mercados.
Fábio Silva, convidado especial para o nosso evento digital, coordena a área de empreendedorismo e artesanado (CGEART) na Subsecretaria de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas, Empreendedorismo e Artesanato do Ministério da Economia. Ele é responsável pela formulação de políticas públicas para microempreendedores individuais – MEI e para artesãos, pela gestão do Programa do Artesanato Brasileiro (PAB) e o Programa do Microempreendedor Individual – MEI.

E para a aula, estarão de volta as mestras dos segredos digitais Ju MargolinoMonika Vieira e Micaela Tavares.

Ju Margoliano, mentora profissional, com mais de 300 alunas, embaixadora da comunidade do Facebook Mulheres empreendedoras Brasil, com quase 30 mil mulheres e professora na Plataforma MEB, clube de assinaturas com aulas novas todos os meses para turbinar seus negócios. Especialista em vendas pelo Facebook e Instagram e sócia da agência CLICKFIND, com mais de 20 clientes em gestão de redes sociais. Além disso é especialista em tráfego, fundadora da Academia do Zero ao Topo, onde concentra diversos cursos para fomentar o desenvolvimento de empreendedores no mercado online.

Mônika Vieira, jornalista, Especialista em Personal Branding e Estrategista de Marketing. Mentora e Personal Branding. É CEO da Inspira Comunicação, empresa especializada em transformar propósitos em marcas inspiradoras. Co-autora do Livro Liderando Juntos, professora de MBAs, palestrante e Diretora de Comunicação das Redes de Negócios As Especialistas e Então Pronto.

Micaela Tavares, pedagoga, especialista em Gestão e em Marketing Digital aplicado às Redes Sociais e Neuromarketing.
Diretora de Marketing da Cearamundo Consultoria Criativa.
Atuou como coordenadora de Curso de Aperfeiçoamento na Modalidade EAD da Universidade Federal do Ceará.

Faça a sua inscrição gratuita. Clique aqui

Categorias
Notícias

Hoje tem aula gratuita de marketing digital, às 19 horas

Hoje, dia 29, às 19 horas, tem aula ao vivo no Zoom. O tema será “Torne-se influenciador da sua própria marca, apresentado pela mestra em Marketing Digital, Mônica Vieira.

Sabemos que o fracasso e o sucesso são determinados claramente a partir do posicionamento da marca, seja ela pessoal ou comercial.

No universo online, não é costume pensar neste tema e por isso as pessoas estão a cada dia à procura de solução imediata, se esquecendo de tratar este assunto como pensamento futuro capaz de ajudar a responder esta pergunta: Como quero estar daqui a 5 anos?

Aprender os segredos do mundo digital, suas ferramentas, a utilização de forma correta a assertiva é uma das grandes necessidades dos pequenos empresários e empresárias, dos MEIs e artesãos, de todos que vivenciam o dia a dia o universo online e apostam nele para vender e ter resultados.

Nosso evento é feito com o objetivo de levar até você um modo didático, fácil e simples para utilizar cada vez mais de forma a ter resultados todas as suas ferramentas.

A moderação será do professor e especialista em varejo, João Neto.

Mônika Vieira é especialista em Personal Branding e Estrategista de Marketing. Jornalista, Mentora e Personal Branding.
É CEO da Inspira Comunicação, empresa especializada em transformar propósitos em marcas inspiradoras. Co-autora do Livro Liderando Juntos, professora de MBAs, palestrante e Diretora de Comunicação das Redes de Negócios As Especialistas e Então Pronto.

A isncrição é gratuita. Faça a sua agora mesmo – clique aqui.

Categorias
Notícias

Fampepar emite nota de pesar pela morte do empresário Ali Wardani

O presidente da Conampe e da Fampepar, Ercílio Santinoni, assinou nota lamentando a morte do empresário Ali Wardani, 69 anos, presidente do Sivamar e diretor do Sistema Fecomércio Paraná, ocorrida na madrugada deste domingo, 21 de março, em Maringá.

Ercílio registra que Ali Wardani sempre foi um defensor do empreendedorismo, da inicitiva privada e do associativismo, tendo contribuído de forma importante e direta para o desenvolvimento comercial e empresarial de Maringá e do estado do Paraná. “Foi, sem dúvida, uma das mais expressivas lideranças empresariais de Maringá e do nosso estado”, afirma Santinoni.

“Ali, antes de ser um empresário de sucesso e um líder realizador, foi uma pessoa do bem, altivo, consciente e generoso, reunia todos os bons predicados, como amigo, companheiro, conselheiro, dono de um caráter exemplar e motivador”, escreveu Ercílio Santinoni.

Veja a nota de pesar, na íntegra:

“Maringá e o Paraná perderam hoje, por complicações da covid-19, Ali Wardani, um grande homem, empresário de sucesso, líder empresarial justo e mobiizador.
Antes de ser um empresário dedicado e um líder realizador, foi uma pessoa do bem, altivo, consciente e generoso, reunia todos os bons predicados, como amigo, companheiro, conselheiro, dono de um caráter exemplar e motivador.
Liderou e apoio os principais movimentos comunitários de Maringá, como a criação do Conselho Comunitário de Segurança, do Conselho de Desenvolvimento, a estruturação e consolidação das entidades empresariais, a fundação da Cooperativa de Crédito Sicoob Metropolitano, a implantação e desenvolvimento do Sesc da cidade.
Fundou e presidiu a Sociedade Beneficente Muçulmana.
Ali foi, sem dúvida, uma das mais expressivas lideranças empresariais de Maringá e do nosso estado. Permanecerá em lugar de destaque na história empresarial e da sociedade organizada de Maringá e do Paraná como um exemplo de vida dedicada à comunidade e ao desenvolvimento econômico e social. Em resumo, dedicou a sua vida a contribuir para a construção de uma sociedade mais justa e melhor para todos.
A Fampepar, em nome das microempresas, MEIs, artesãos e pequenas empresas, registra o seu pesar pela perda e o aplauso eterno ao grande empresário e líder, Ali Wardani.

Categorias
Notícias

Aula ao vivo: 10 estratégias para vender usando neuromarketing

Nesta segunda-feira, dia 22, às 19 horas, tem aula ao vivo da Escola de Marketing Digital da Conampe: “A influência do neuromarketing no entendimento do comportamento do consumidor e na área da comunicação”.

Nos dias de hoje as empresas sentem e têm grandes dificuldades para se estabelecer na mente dos consumidores. De gerar nas mentes as lembranças positivas das experiências de compras. Aprender uma nova ciência e suas vantagens são uma forma de abrir um novo horizonte para, principalmente, entender o consumidor e criar campanhas mais eficazes.

Moderador: João Neto, professor e executivo de varejo. Consultor com experiência em loja com foco no cliente e vendas. Teve muitos grandes desafios na sua carreira. Uma delas foi na troca de bandeira de mais de 100 lojas em 5 estados, na direção nacional de Departamento da Divisão de Supermercados CHAMPION do Grupo Carrefour.

Professora: Micaela Tavares, tem especialização em marketing digital aplicado às redes sociais e neuromarketing pela GET DIGITAL (CEO-Paulo Faustino e Regina Santana). Especialista em gestão, pedagoga (Faculdade Brasil), formada em História (UVA) e Matemática (Faculdade Brasil). Diretora Pedagógica e Marketing Digital da Cearamundo Consultoria Criativa. Diretora Pedagógica da Prefeitura Municipal de Irauçuba. Consultora educacional na área de Tecnologia Educacional Digital (TED).

Segunda-feira, dia 22, 19 horas. Inscrições gratuitas – clique aqui.

Categorias
Notícias

Conampe Responde: O que um Núcleo Setorial pode fazer pela sua escola?

Você sabia que? O setor educacional privado no Brasil é pujante. Segundo dados do Governo Federal, somente na educação básica, são quase 40.000 escolas.

A pandemia trouxe desafios profundos para a educação pública e privada, em todos os níveis. Os núcleos setoriais de escolas são alternativas para que os proprietários de escolas troquem experiências, obtenham informações e possam agir para atravessar este difícil período.

Nesta quinta-feira, dia 18, às 19 horas, a Conampe realiza um evento para apresentar o case do núcleo educacional da AJORPEME (Associação de Joinville e Região de Pequenas e Médias Empresas), que possui 17 anos de atuação e 33 escolas associadas. Na oportunidade, os participantes responderão perguntas de como o associativismo pode contribuir para o desenvolvimento das escolas, em especial neste período de pandemia.

O evento sera moderado por Alcides Andrade, consultor para associações empresariais e sindicatos patronais, e terá como convidados:

Simone Seenem Criano, proprietária de Escola e Conselheira da Diretoria do Núcleo de Educação da Ajorpeme.
Ricardo Faquini, proprietário de Escola e Presidente do Núcleo de Educação da Ajorpeme.
Nivaldo Avila, proprietário de Escola.
Aline Pereira, proprietária de Escola e presidente do Núcleo de Escolas da AMPE Balneário Camboriú.

Faça agora mesmo a sua inscrição gratuita. Clique aqui!