FEDERAÇÃO DAS ASSOCIAÇÕES DE MICRO E PEQUENAS EMPRESAS E EMPREENDEDORES INDIVIDUAIS DO ESTADO DO PARANÁ

Categorias
Notícias

XX Enampe será nos dias 26 e 27 de maio, em Curitiba

A Fampepar é realizadora do XX Enampe – Encontro Nacional da Micro e Pequena Empresa, ao lado da Conampe e do Sebrae. A participação no Enampe tem sido uma tradição da Fampepar e é uma honra para o estado do Paraná e a cidade de Curitiba sediar esse evento nacional.

Esse ano, nos dias 26 e 27 de maio, o evento presencial ocorrerá no auditória do Victória Villa Hotel, à Av. Sete de Setembro, 2448, em Curitiba. Todo evento será transmitido pela internet, online, no canal Conampe do YouTube.

As inscrições são gratuitas e podem ser para participação presencial ou online.

Confira a programação e faça a sua inscrição – clique aqui.

Dúvidas? Escreva para imprensa@conampe.org.br.

XX Enampe – Faça a sua inscrição gratuita e participe
Categorias
Notícias

Secretaria de Desenvolvimento Econômico promove palestra sobre Compras Públicas

No dia 07/04, nas dependências do Rotary Renascer, em Sarandi, foi ministrada pelo chefe de Gabinete, Dr. João C. Massago, a palestra de “Compras Públicas”. As orientações repassadas foram reunidas por meio do Programa “Cidade empreendedora”, em parceria com a Ampec Sarandi e o Sebrae.

Sarandi, vem buscando construir uma nova história de desenvolvimento econômico local, através de discussões e evoluções temáticas nos campos de acesso ao mercado, simplificação e participação efetiva de comerciantes, profissionais liberais e microempreendedores individuais através da Lei nº 866/93 e a Lei nº 14.133/21.

Estiveram presentes a secretária de Desenvolvimento Econômico Dra. Cinthya G. Lopes; o presidente da Ampec Sarandi, Aristides Mossambani; o consultor regional do Sebrae, Mateus Ferreira; a vereadora Keila Zegóbia; o diretor de Indústria e Comércio, Antoni Estigarribia; a diretora de Geração Trabalho Renda e Turismo, Sara Godoi; a servidora Simone M. Silva; o chefe de Qualificação Profissional, Jheine Hassimoto; a Agente da Fomento Paraná, Thalyta Steeinski, e a gerente da Agência do Trabalhador, Ruana C. da Silva.


Fonte: Prefeitura de Sarandi

Categorias
Notícias

15 de março, Dia do Consumidor

O Dia dos Direitos do Consumidor foi instituído em 1962, pelo presidente dos Estados Unidos, John Kennedy, como medida de proteção aos interesses dos consumidores americanos.
A legislação ofereceu quatro direitos fundamentais aos consumidores:
Direito à segurança
Direito à informação
Direito de escolha
Direito de ser ouvido
23 anos depois, em 1985, a Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) adotou o dia 15 de março como o Dia Mundial do Consumidor, tendo como base as Diretrizes das Nações Unidas.
No Brasil o direito do consumidor está amparado por uma legislação moderna e tem nos Procons, nas instâncias municipais e estaduais, uma forte ferramenta de defesa.
A Fampepar, seguindo a Conampe, ao lado das entidades do seu sistema nacional e das empresas associadas, têm como fundamento a defesa dos direitos do consumidor.

Categorias
Notícias

Empreendedorismo feminino cresce em ritmo acelerado

8 de março é o Dia Internacional da Mulher. Data para homenagens e reconhecimento do importante, crescente e fundamental papel da mulher no empreendedorismo e na economia. Nos últimos anos o crescimento do empreendedorismo feminino no Brasil ficou acima de 40%.

Hoje, no Brasil, quase 4 milhões de mulheres são empreendedoras. Desse total, 30% têm um negócio com pelo menos um funcionário contratado e as demais são autônomas. Cerca de 350 mil optaram por empreender na indústria. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua do segundo trimestre de 2021, do IBGE.

Segundo o levantamento, a participação feminina no total de empreendedores ainda é minoria – representa 37% do total de empresários formais no país. Mas tudo indica que esse quadro deve mudar em breve: entre o último trimestre de 2015 e o segundo trimestre de 2021 o número de empreendedoras formais cresceu 29%, enquanto no público masculino o aumento foi de 16%.

A Conampe homenageia e aplaude as mulheres, no seu dia, reconhecendo seu papel cada vez mais protagonista no empreendedorismo e no associativismo.

Categorias
Notícias

Pequenos negócios do Paraná lideram geração de empregos

Em novembro de 2021, as micro e pequenas empresas continuaram sendo as grandes responsáveis pelas novas vagas criadas no país. Levantamento feito pelo Sebrae, com base em dados do novo Caged, do Ministério do Trabalho e Previdência, revela que o segmento manteve a tendência de ser o responsável por sete em cada dez novos postos de empregos no Brasil. Das 324,1 mil novas contratações, as micro e pequenas empresas criaram 245,5 mil, o que corresponde a 75,7%, enquanto que as empresas de médio e grande porte abriram 84,2 mil novos postos.

No Paraná foram registrados 15.624 novos postos de trabalho. O saldo de empregos no estado é de 155.760, entre janeiro e novembro de 2021. No Brasil, o saldo no mesmo período é de 2.196.546. O relatório do Caged ratifica o papel dos pequenos negócios na geração de empregos do estado. Dos 17.457 registrados em novembro de 2021, 89,5% (15.624) estão relacionados com as MPE.

O presidente da Conampe, Ercílio Santinoni, registra que os números demontram a importância das micro e pequenas empresas tanto na economia quanto no estabelecimento do equilíbrio social. “Os pequenos negócios, tradicionalmente, lideram a geração de empregos e novas oportunidades de trabalho, o que se confimou mais um vez em 2021, no Paraná e em todo o país”, comenta Santinoni.

Comércio
No cenário nacional, as micro e pequenas empresas do Comércio foram as que mais contrataram novos profissionais, com 116,7 (36%) mil novas vagas, seguida pelas de Serviços (98,7 mil), Construção (16,7 mil) e Indústria (15,2 mil). Apenas a Agropecuária apresentou um saldo negativo de 3,4 mil.

No Paraná, os pequenos negócios comerciais também lideraram a geração de postos de trabalho, com 7.028 (40,1%). O setor de serviços veio em seguida, com 6.108 novas vagas (34,8%).

“Esse bom desempenho do Comércio pode sinalizar uma boa expectativa dos empreendedores para as vendas de final de ano. Há alguns meses, o Serviços era o setor que vinha apresentando melhor desempenho, mas em novembro, esse resultado mudou”, afirma o presidente do Sebrae, Carlos Melles.

Acumulado do ano
“Há 15 meses seguidos os pequenos negócios têm gerado a grande maioria das vagas de emprego no país. É uma média mensal superior aos 70%. Sem esse segmento, o Brasil não estaria reduzindo o nível de desemprego”, enfatiza Melles.

O presidente destaca que o peso da importância dos pequenos negócios no combate ao desemprego fica mais evidente quando se analisa o acumulado de 2021. “Desde janeiro desse ano, foram criados do país cerca de 3 milhões de novos postos, e 2,2 milhões foram oriundos dos pequenos negócios, o que corresponde a 73,4% do total de vagas”, ressalta.

Nenhum dos setores das micro e pequenas empresas apresentou saldo negativo no acumulado do ano. Nesse recorte, o de Serviços foi responsável por mais de 40% das vagas desse ano, ao criar 919,6 mil novos postos, seguido pelo Comércio com 575,1 mil; Indústria com 357,7 mil; construção, 275,6 mil; e Agropecuária, 43,1 mil. Entre as médias e grandes, apenas a Construção Civil apresentou saldo negativo com o fechamento de 1,8 mil vagas.

No Paraná, entre janeiro e novembro de 2021, o saldo de novos postos de trabalho criados pelos pequenos negócios totalizou 141.620.

Fonte: Sebrae
Assessoria de Comunicação Fampepar/Conampe
Diniz Neto – imprensa@conampe.org.br
WhatsApp (44) 99122 8715

Categorias
Notícias

21/10 – 19h – Como ser um MEI? Como abrir? Conampe Responde!

As dúvidas sobre como ser um MEI são muitas. Como abir, como obter o CNPJ de Microempreendedor Individual? Quais as obrigações do MEI?

Saiba mais sobre esse assunto e faça também as suas perguntas.

Thiago Damaceno Moreira, começou a trabalhar como aprendiz, aos 13 anos (1999), em um ateliê de ourivesaria. Em 2006 começou a trabalhar em uma fundição de joias (processo que facilita a produção em série). No mesmo ano começou a dar aulas em uma escola. Em 2016 começou a sua própria escola e, em 2019, deu início ao projeto online manual da Joalheria.

Jecivaldo José da Silva, consultor técnico nas áreas de gestão financeira e formalização de MEI na Ampec Maringá. Orienta sobre a abertura, trâmites e obrigações do MEI. Técnico em contabilidade (1.994), técnico de Segurança do Trabalho (2004), técnico de Meio Ambiente (2008) e técnico em Edificações (2.012).

Eliane Bento, empresária desde 1996, é presidente da Ampec Maringa, sócia proprietária da Smart Brasil, diretora da Fampepar, conselheira fiscal do Sebrae estadual, membro do fórum Municipal, Estadual e Federal da MPE, diretora da Câmara da Mulher Empreendedora de Maringá.

INSCRIÇÕES GRATUITAS – CLIQUE AQUI

Esperamos você!

Categorias
Notícias

MPE Week do Banco do Brasil. Oportunidade de negócios para a sua empresa!

A MPE Week Banco do Brasil é um movimento de apoio ao micro e ao pequeno negócio. O Banco do Brasil está mobilizando as pequenas empresas a fazerem ofertas especiais e também a população, para que prestigiem os pequenos negócios e aproveitem as promoções. Além disso, o banco oferece uma série de ofertas especiais nessa semana para seus clientes MPE.

A Fampepar/Conampe apoiam esta ação do Banco do Brasil e recomendam que as empresas participem.

Quando a MPE Week acontece?

De 4 a 17 de outubro, as empresas correntistas do BB podem cadastrar suas ofertas no hotsite bb.com.br/mpeweek. E de 18 a 31 de outubro, as ofertas cadastradas serão exibidas aos consumidores, via hotsite e outras mídias.

Ou seja, até o dia 17/10 ainda dá tempo de cadastrar suas ofertas no hotsite bb.com.br/mpeweek .

Quais empresas podem participar?

Micro e pequenas empresas de todos os segmentos, que atuam em ponto físico e/ou e-commerce e sejam clientes do BB.

Minha empresa não é cliente do Banco do Brasil, mas gostaria de participar da MPE Week. Como faço?

Basta abrir uma conta de Pessoa Jurídica. A abertura pode ser realizada pelo site do bb.com.br/empresas ou direto no app BB.

Sou cliente Pessoa Jurídica do Banco do Brasil. Como faço para aproveitar os benefícios exclusivos?

Basta acessar, no site bb.com.br/mpeweek, a área para “Aproveite as ofertas BB” e clicar na promoção escolhida, onde encontrará mais detalhes sobre a promoção e as condições para contratação.

Quais os benefícios para a empresa participar do movimento e cadastrar uma oferta no site bb.com.br/mpeweek

1) Divulgação da MPE Week por diversos meios, como hotsite bb.com.br/mpeweek, redes sociais e canais próprios do BB, aumentando o alcance da sua marca e da sua oferta.

2) Com uso de mídia e canais próprios, o BB vai criar uma grande mobilização para que as pessoas prestigiem pequenos negócios nesse período.

3) Clientes PJ contam com produtos e serviços do BB e de parceiros, com condições especiais.

4) Apoio ao movimento de sensibilização da sociedade sobre a importância do pequeno negócio para a economia brasileira.

Acesse agora mesmo o bb.com.br/mpeweek e participe!

Categorias
Notícias

Mais de 130 mil micro e pequenas empresas conseguiram crédito pelo PRONAMPE

A Secretaria Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade (SEPEC), do Ministério da Economia, inofrmou que R$ 10 bilhões já foram liberados para 130 mil micro e pequenas empresas (MPEs), nesta nova fase do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (PRONAMPE).

Ao todo, serão disponibilizados R$ 25 bilhões em cerca de 20 instituições financeiras que estão operando o Programa. Segundo fonte da SEPEC, “esse é mais um resultado do compromisso firmado pela SEPEC/Ministerio da Economia em caminhar ao lado das MPEs, dando as condições necessárias para o crescimento, a geração de emprego e de renda para os brasileiros”.

O presidente da Conampe e da Fampepar, Ercílio Santonini, considera o PRONAMPE permanente uma conquista da maior importância para as micro e pequenas empresas e espera que o crédito continue chegando ao maior número de empresas possível.
A Fampepar e a Conampe têm defendido, junto ao Ministério da Economia, o acesso efetivo ao crédito e outras políticas públicas de apoio aos pequenos negócios, condições essenciais nesse momento de enfrentamento à crise provocada pela pandemia.

Categorias
Notícias

16 de julho, Dia do Comerciante

16 de julho é o Dia do Comerciante, instituído pelo presidente do Senado Federal, João Café Filho, em 26 de outubro de 1953. A data, uma homenagem ao comerciante, é comemorada no dia em que nasceu o Visconde de Cairu – José da Silva Lisboa.

Figura histórica e marcante, que ocupou vários e altos postos e que foi o primeiro professor de Economia Política e, também, foi jornalista, mas não podemos esquecer um fato importantíssimo: ele foi um político que exerceu grande influência perante o príncipe regente português D. João VI para que fossem abertos os portos brasileiros para o comércio com as nações amigas, em 1808. Com isso, abriu-se um novo tempo para o Brasil.

Já na Pré-História, os homens trocavam produtos entre si. Se um grupo tinha sorte com as colheitas e conseguia obter mais cereais do que precisava para se alimentar, podia procurar um grupo vizinho e trocar as sobras por coisas de que necessitava. Trocava-se gado, cestos, ferramentas, enfim, tudo o que se produzia.

A percepção de que as pessoas tinham necessidades imediatas que precisavam ser supridas foi certamente o que instituiu uma das mais antigas e relevantes profissões da humanidade: a profissão do comerciante.

Se naquela época e por muito tempo depois os comerciantes se estabeleciam por talento nato e unicamente por meio deste se sobressaíam, hoje, testemunhamos uma realidade bastante diferente.

A atividade do comércio, movida por processos dinâmicos como o do evento da globalização, da pressão da concorrência e das exigências do consumidor, exige cada vez mais preparo, o que envolve inclusão tecnológica, pesquisa de mercado, comunicação eficaz e competência gestora diferenciada, apenas para citar algumas características necessárias aos que desejam se estabelecer neste ramo.

Dos mascates aos pequenos e médios comerciantes, e destes aos grandes conglomerados econômicos, a História do Comércio foi marcada pela criatividade humana, pelo fascínio do consumismo e pelas tentativas em atendê-lo.

Desta maneira, milhares de pessoas, físicas ou jurídicas, veem-se envolvidas, diariamente, direta ou indiretamente, em transações mercantis.

Fonte: CDLRio

Categorias
Notícias

Lançamento do Selo Rendas Brasileiras acontece nessa quarta-feira, às 16 horas

Se você, assim como o Programa do Artesanato Brasileiro (PAB), o Sebrae e os Correios, também valoriza o artesanato brasileiro, não deixe de participar do evento de lançamento do Selo Rendas Brasileiras, que reconhece e homenageia o trabalho de milhares de artesãos do país.

A Fampepar, assim como a Conampe e todo o seu sistema nacional, apoiam, convidam e participarão do evento online, nesta quarta-feira.

Com esta ação, serão apresentados ao público quatro novos selos postais que representam diversas rendas feitas em todo o Brasil.

O selo é fruto de uma parceria entre o Sebrae, o Centro SEBRAE de Referência do Artesanato Brasileiro (CRAB), os Correios, o Programa de Artesanato Brasileiro (PAB), a Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade (SEPEC) e o Ministério da Economia.

A Fampepar apoia a iniciativa e convida a todos os dirigentes, líderes, associados e amigos da federação, no Paraná, para acompanharem o evento online de lançamento, nesse dia 7 de julho, às 16 horas (horário de Brasília), no Youtube do Sebrae: https://www.youtube.com/watch?v=YCKznqigO80