2020 foi um ano de desafios e transformações. A Fampepar acompanhou a sua confederação, Conampe, e participamos, par e passo, do seu constante processo de reinvenção, sendo o seu acesso ao mundo digital uma das grandes conquistas.
Para isso a Conampe criou vários eventos virtuais, realizados de forma regular, atingindo diversos públicos e ampliando a sua atuação, em todo o País. Um desses eventos foi o Conampe Debate, sempre com convidados altamente qualificados para debater assuntos de grade importância para as microempresas, MEIs e pequenas empresas, bem como para a economia e o equilíbrio do país nas áreas dos postos de trabalho, atividade produtiva e equilíbrio social.

No final de abril, a Fampepar acompanhou, a Conampe realizou o seu primeiro Conampe Debate, comandado pelo presidente, Ercílio Santinoni, com a participação da equipe de consultoria credenciada e os convidados César Reinaldo Rissete, gerente da Unidade de Inovação e Competitividade do Sebrae Nacional, e Antônia Tallarida, subsecretária de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas, Empreendedorismo e Artesanato (SEMPE) do Ministério da Economia.

O tema desse primeiro Conampe Debate foi “A verdade sobre o crédito”. Este evento está no canal Conampe do YouTube e já teve mais de 3.150 visualizações.

No momento sua realização as dúvidas sobre a convid-19 e o que aconteceria no Brasil eram muitas. O que já se sabia é que as microempresas, os MEIs e as pequenas empresas iriam precisar de crédito.

Neste debate duas coisas ficaram claras: a posição da Conampe, representando a Fampepar e as demais entidades associados, em defesa do crédito efetivo para as micro e pequenas empresas, o apoio do Sebrae à proposta e a disposição do governo, através das equipes do Ministério da Economia, de atender e ampliar o acesso das microempresas ao crédito.

Durante o ano foram lançados os programas emergenciais Pronampe e PEAC Maquininhas. De fato, houve um aumento do acesso ao crédito, isso é inegável. Mesmo assim, as necessidades por crédito na maioria das microempresas ou empresas de pequeno porte é muito grande e outras formas de acesso precisam ser estudadas para aumentar a capacidades de sobrevivência dessas empresas.

Em 2020, houve avanços e a Conampe se orgulha de ter participado dos debates, no Ministério da Economia, no Senado e Câmara dos Deputados, no Fórum Permanentes das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte e outros espaços, tendo contribuído com informações e sugestões.

O mundo dos pequenos negócios no Brasil tem uma realidade bastante desconhecida dos governos, da elite e das maiores empresas. Foram essas particularidades que a Conampe, através do seu presidente, Ercílio Santinoni, e suas equipes tentou levar ao governo federal, aos deputados federais e senadores.

Cabe aqui um destaque e um reconhecimento: a imprensa brasileira, de atuação nacional, regional e local, abriu espaço para a Conampe, como nunca antes nos 35 anos da história da Confederação. Com isto, milhões de brasileiros tiveram mais acesso sobre a realidade das empresas que formam os pequenos negócios, responsáveis por quase 30% do PIB, por mais de 50% dos empregos formais e por 80% da contratação de jovens para o primeiro emprego.

Ao lembrarmos o nosso primeiro Conampe Debate, registramos e destacamos o nosso agradecimento à imprensa, ao governo federal (subsecretarias e Sepec/Ministério da Economia), Congresso Nacional (senadores, deputados federais e Frente Mista das Micro e Pequenas Empresas), ao Sebrae, aos diretores e associados ao Sistema Conampe, às lideranças do movimento, aos apoiadores e patrocinadores dos nossos eventos e a todos que colaboraram, que participaram dos eventos, que estiveram juntos nas atividades do programa Associativismo 4.0 para acesso a mercados, da Confederação das Federações (Fampecs) e Associações (Ampecs).

Crédito – Por falar em crédito, a Conampe está divulgando a linha Peac Maquininhas, operação que poderá ser solicitada a partir do site da Conampe até este domingo, dia 27. Toda a solicitação é on-line, sem burocracia e sem fiador.
Se você precisa de crédito, veja aqui no site – Clique AQUI